História: Douglas quer um abraço

|
Cadastre-se para receber histórias, brincadeiras e atividades para bebês e crianças de 0 a 6 anos.

História contada pela Aleksandra Rodrigues

Numa manhã de primavera ouviu-se um grande “uuaaaaah!”, vindo do fundo de uma caverna profunda e escura.

Era um jovem urso marrom, e o seu nome era Douglas.

– Preciso de um abraço – disse Douglas.

Então ele arrancou o pijama, penteou os pelos, vestiu um cachecol e saiu em busca do seu abraço.

“Meus melhores abraços são Grandes”, pensou Douglas.

E saiu em busca da maior coisa que podia encontrar. Então passou os braços em volta dela e deu um abraço apertado.

Mas não deu muito certo.

-Aaai! – gemeu Douglas

– É meio pesada essa pedra!

Então ele continuou procurando.

“Meus melhores abraços são ALTOS”. pensou Douglas.

Ele saiu em busca da coisa mais alta que podia encontrar.

Abraçou embaixo…  abraçou no meio… e abraçou o mais alto que conseguia.

Mas deu tudo errado. E ainda por cima a árvore espetava.

Então ele continuou procurando.

“ Meus melhores abraços são macios”, pensou Douglas. E correu para o arbusto que parecia mais fofo.

Pegou o arbusto no colo, mais alguma coisa estava muito estranha. As folhas tremeram e tremelicaram e saíram correndo!

-DÁ UM ABRAÇO! Gritou Douglas.

-Não… Meee! – Baliram as ovelhas.

– Estamos muito ocupadas.

Douglas estendeu os braços, tentando abraçá-las delicadamente. Mas elas chutavam e esperneavam, e Douglas não gostou nada, nada daquilo.

Pobre Douglas!

Ele disse : Por que ninguém quer me abraçar? 

A dona coruja, ouvindo disse; Se eu quero um abraço, sento aqui na árvore. 

Mais do que depressa, Douglas gritou. – Deixa eu tentar e subiu feito louco na direção da coruja. Mas ele se viu numa situação desagradável, e a coruja ficou furiosa.

Mas ele não desistiu  – Eu só queria um abraço. – Quem sabe aqui tem um?

Ele sentiu alguma coisa orelhuda e fofinha e pegou-a.

Douglas logo viu que o coelho não queria abraço nenhum. Começou a chorar, e sem pensar, limpou o nariz no rabinho peludo do coelho.

– Heiiii! Gritou o coelho.

-Me ponha no chão!

– MAS EU QUERO UM ABRAÇO – disse Douglas e ninguém quer me dar. – Já entendi. Disse o coelho gentilmente – Venha comigo! Ele tomou Douglas pela pata e saiu andando com ele pela floresta.

Até chegarem  numa caverna profunda e escura, onde alguém, sonolento acabara de acordar. –Uaaaaaahhhh

Douglas curioso, olhou espiou lá dentro e  teve a estranha sensação de que conhecia muito bem aquela pessoa. Então resolveu perguntar.

– ABRAÇO? E sem esperar a resposta, correu na direção da Mamãe! Pensando bem, meu melhores abraços vem de alguém que eu amo. –Disse Douglas e se aconchegou nos braços maiores e mais gostosos que ele conhecia.

Mensagem

Mãe é carinho e cuidado. Não existe melhor abraço do que o abraço de Mãe.

Onde estamos

Rua Itapeti, 721 - Tatuapé - 03324-002
Zona Leste de São Paulo - SP

Vá com Waze
Vá com Google Maps

Entre em contato

(11) 2941-9222
(11) 94134-9222
Envie uma mensagem.
Segunda a sexta | 7h às 19h
IMPORTANTE - COVID-19: Como determinação dos órgãos do governo, nossas aulas estão temporariamente suspensas, mas você pode falar conosco pelos canais de atendimento online, como e-mail ou via Whatsapp, (11) 94134-9222
Copyright 2020 - Escola Jeitinho de Criança
Desenvolvido por Bravo Bird - Negócios Digitais